A bandeira da Alemanha – sua história, origem e significado

  • SumoMe

Bandeira da Alemanha

A bandeira alemã (die Bundesflagge) é composta por três faixas horizontais de mesmo tamanho e largura, nas cores preta (no topo) , vermelha (no meio) e amarelo ouro (na parte inferior).  Elas simbolizam unidade, liberdade e democracia.

Que estas cores compõem a bandeira da Alemanha está definido no artigo 22, parágrafo 2 da constituição alemã, válido desde a fundação da República Federal Alemã em 1949.  Mas porque a bandeira alemã é constituída das cores preta, vermelha e amarelo ouro? Como se chegou a estas cores? Bem, a história da bandeira alemã é bem mais antiga!

Já na Idade Média, na época do Sacro Império Romano-Germânico,  as cores preto e amarelo ouro eram usadas nos brasões e a bandeira imperial era composta de uma águia preta, com garras e bico vermelhos, sobre um fundo amarelo.

Uniforme que lembras as tropas de libertação (Fonte: de.wikipedia.org/wiki/Lützowsches_Freikorps)

Uniforme que lembras as tropas de libertação (Fonte: de.wikipedia.org/wiki/Lützowsches_Freikorps)

Entretanto, a versão mais comumemente contada é de que as cores da bandeira alemã têm sua origem no início do século XIX, com as guerras de libertação contra Napoleão. As cores da bandeira teriam sido inspiradas nos uniformes das tropas de resistência do major Lützow. Estas tropas eram formadas por voluntários, muitos deles estudantes, que vinham de diversas partes da Alemanha com roupas de civis e uniformes variados. Para que estas tropas tivessem roupas padronizadas, os diferentes uniformes foram então tingidos na cor preta. Faixas e barras vermelhas ornamentavam os uniformes, complementados com botões na cor de ouro. Estas cores também simbolizavam a causa: o preto significando a opressão, as más-condições que as pessoas viviam, o ouro para a liberdade que aspiravam e o vermelho para o sangue derramado nas batalhas.

A bandeira da Fraternidade estudantil de Jena (Fonte: de.wikipedia.org/wiki/Urburschenschaft)

A bandeira da Fraternidade estudantil de Jena (Fonte: de.wikipedia.org/wiki/Urburschenschaft)

A guerra contra Napoleão foi vencida mas não trouxe as mudanças esperadas. Um grupo de estudantes de Jena que havia participado das tropas do major Lützow funda em 1815 uma fraternidade cujo objetivo era se engajar por um estado alemão unificado e livre. Vermelho, preto, e dourado são as cores que compõem a bandeira desta fraternidade estudantil. Estas cores vão tornando-se um símbolo de unidade política e liberdade civil e sendo cada vez mais usadas em protestos, como no Festival de  Hambach: de 27 a 30 de maio de 1832, mais de 25 mil pessoas demonstravam por unidade alemã, liberdade e democracia – muitos carregavam bandeiras nas cores preta, vermelha e amarelo ouro.  A bandeira com estas cores está presente de novo durante a revolução de 1848/1849, quando o povo protesta por todos os cantos por liberdade política e de expressão e por mais direitos. Em maio/1848 é aberto em Frankfurt um parlamento com representação nacional que deve preparar a unificação dos estados alemães e a bandeira preta-vermelho-amarelo ouro é declarada como bandeira oficial da Confederação Germânica.

Pintura mostrando o parlamento em Frankfurt (Fonte: de.wikipedia.org/wiki/Deutsche_Revolution_1848)

Pintura mostrando a reunião do parlamento em Frankfurt (Fonte: de.wikipedia.org/wiki/Deutsche_Revolution_1848)

Entretanto nos anos seguintes esta combinação de cores foi perdendo espaço. Em 1871, é criado pelo prussiano Otto von Bismarck o Império Alemão e as cores da bandeira passam a ser preta, branca e vermelha. Com o final da 1º. Guerra Mundial termina o império alemão e é fundada em 1919 a República de Weimar, cuja bandeira volta a ser a combinação preta-vermelho-amarelo ouro. Mas em 1933 os nazistas chegam ao poder e a bandeira do partido passa a ser também a bandeira do país.

Com o fim da era nazista e também da 2ª. Guerra Mundial as cores da bandeira voltam a ser  preto-vermelho-amarelo ouro, a combinação que no passado simbolizou liberdade. Entretanto, para se diferenciar da bandeira ocidental, a partir de 1959 é adicionado à bandeira da Alemanha Oriental/socialista, um brasão composto de um compasso e martelo circundados por uma guirlanda de grãos. Com o fim da Alemanha Oriental em 1990, esta versão com o brasão desaparece e fica a bandeira preta-vermelho-amarelo ouro como a bandeira oficial da Alemanha reunificada.

A bandeira da Alemanha Oriental

A bandeira da Alemanha Oriental

Existem algumas variações da bandeira alemã: a presidencial (sim, a Alemanha tem também um presidente que não é a mesma figura do(a) chanceler) é amarelo-ouro com bordas vermelhas e uma águia preta no centro, sendo usada na residência e carro oficial do presidente. Tem ainda a bandeira governamental (Bundesdienstflagge) que é composta das três faixas horizontais preta-vermelho-amarelo ouro e com um escudo no centro de fundo amarelo e águia preta. Esta bandeira pode ser usada somente por autoridades/órgãos governamentais federais e seu uso por pessoas particulares é uma infração e passível de punição com multa.

Bandeira do presidente alemão no Palácio Bellevue - a residência oficial

Bandeira do presidente alemão no Palácio Bellevue – a residência oficial

Comentários - Facebook

Deixe seu comentário

*