DDR-Wachturm (Torre de Vigilância do Muro de Berlim)

  • SumoMe
Atualizado em Setembro/2016

Pertinho da Potsdamer Platz encontra-se uma das últimas torres de vigilância que fazia parte do esquema de segurança ao longo do muro de Berlim.  E o mais legal é que você pode, não somente ver e fotografar por fora, mas também subir nesta torre.

Como eu menciono no post sobre o muro, o muro de Berlim era mais do que o simples muro de concreto que vemos na maior parte das fotos. O muro de Berlim era um forte esquema de segurança, composto pelo muro em si e uma faixa de terra para patrulhamento, onde havia estas torres de vigilância.

Esta torre que restou nas imediações da Potsdamer Platz é do modelo “BT 6”– BT é uma abreviação para Beobachtungsturm, que significa “torre de vigilância” e 6 indica a quantidade de blocos de concreto empilhados um sobre o outro para formar o pé da torre. Havia modelos de torres “BT 11”, que daí eram compostas por 11 blocos de  concreto e portanto bem mais altas.  Estas torres eram redondas, permitindo assim uma vista em 360 graus, e tinham aberturas por onde os guardas podiam atirar nas pessoas que tentassem fugir.

As torres “BT 6” foram construídas à partir de 1966 e chegou a ter mais de 200 torres deste modelo. Dois guardas ficavam na guarita ao mesmo tempo – um virado para o lado oriental e outro para o lado ocidental. Eles faziam turnos de 8 horas e o tempo todo ficavam de pé!!

Esta torre nas imediações da Potsdamer Platz é a única torre “BT 6” que ainda existe. Ela foi tombada como patrimônio histórico em 2001, mas andava meio esquecida, mal-conservada. Um cidadão por iniciativa privada negociou com a administração da cidade de Berlim e assumiu a torre. Algumas restaurações foram feitas e recentemente esta torre foi aberta à visitação. Geralmente há uma pessoa que fica lá, fornece mais algumas informações, etc. No dia que fui eu conversei com a própria pessoa que teve esta iniciativa, ele me mostrou uma foto daquela época onde pode-se ver esta torre dentro do esquema de segurança do muro.

A torre é aberta a visitação de terça a domingo, das 11 às 16 horas (exceto em dias chuvosos). Eles cobram uma pequena entrada no valor de 3,50 euros para ajudar nos trabalhos de restauração.

Estou marcando no mapa abaixo o caminho para chegar à torre à partir da Potsdamer Platz.

Endereço: Erna-Berger-Straße

Como Chegar:
S-Bahn: Linhas S1, S2 e S25, estação S+U Potsdamer Platz
U-Bahn: Linha U2, estação S+U Potsdamer Platz

Atrações Próximas:  Potsdamer PlatzTopografia do Terror, Portão de Brandenburgo, Memorial do Holocausto, Parque Tiergarten

 

Comentários - Facebook

Comentários

  1. avatar Regina says:

    Que passeio interessante!

  2. avatar Kadu says:

    Prezada Isabel,

    Parabéns pelo blog! Estou com uma viagem a Berlim programada para janeiro e todo o conteúdo que vc disponibiliza tem sido de extrema valor. Hoje em dia, com a facilidade da internet, procuro a cada nova empreitada, encontrar um blog que me auxilie em conhecer um pouco mais o destino (foi assim com o ‘Conexão Paris’ para a Cidade Luz, o ‘Magari Blu’ para Roma, o ‘Londres para Principiantes’ e tantos outros sites incríveis…). Estes sites acabam fazendo parte do meu giro diário pela internet, mesmo depois de meu retorno… é uma forma de matar as saudades!
    Mas este meu comentário tem um motivo específico, apesar de totalmente off-topic, o dilema é que estou em dúvida entre duas hospedagens: ‘Adlon Kempinski’ e ‘Ritz-Carlton’. Qual a sua opinião?
    Mais uma vez obrigado por dispensar teu tempo auxiliando todos nós!

    • avatar Isabel says:

      Oi Kadu,

      Obrigada pelo elogio ao blog!

      Nossa difícil dizer, pois são 2 super hotéis, tradicionais, muito bem localizados – O Adlon de cara para o cartão-postal da cidade (o Portão de Brandemburgo), o Ritz na Potsdamer Platz. Na verdade nem ficam longe um do outro. Em qualquer um deles você estará muito bem durante sua estadia em Berlim. Acho que eu decidiria vendo as fotos do quarto, qual estilo combina mais com meu gosto, etc.

      Abs,
      Isabel

Deixe seu comentário

*