Brandenburger Tor (Portão de Brandenburgo)

  • SumoMe

Portão de Brandenburgo

O cartão-postal mais famoso de Berlim, o Portão de Brandenburgo está localizado no bairro Mitte na Pariser Platz, entre a famosa avenida Unter den Linden e o parque Tiergarten.  Séculos atrás a ainda pequena cidade de Berlim era cercada por muros,  numa espécie de fortaleza, e o portão de Brandenburgo era um de vários portões usados para entrar na cidade e agora ele é o único destes portões que ainda existe.

A construção do Portão de Brandenburgo, que foi  ordenada pelo rei da Prússia Friedrich Wilhelm II como um símbolo de paz, ocorreu entre os anos de 1788 e 1791. Projetado pelo arquiteto Carl Gotthard Langhans, o portão foi inspirado no Propylaeum, a entrada da Acrópolis em Atenas na Grécia.  A quadriga, carruagem conduzida por quatro cavalos e originalmente guiada por Eirene – a  deusa da paz, foi desenhada por Johann Gottfried Schadow e colocada no topo do portão em 1793. Em 1806, durante a ocupação de Berlim pelos franceses,  Napoleão manda levar a quadriga para Paris. Oito anos mais tarde quando Napoleão é derrotado, a quadriga é recuperada e trazida de volta para Berlim, onde recebeu uma cruz de ferro (que foi uma condecoração militar instituída pelo rei da Prússia Friedrich Wilhelm III) com uma águia prussiana no topo, simbolizando assim a vitória. Ao mesmo tempo a praça onde o portão se encontra recebeu seu atual nome – Pariser Platz (Praça Parisiense) – e a estátua na quadriga é chamada de Vitória, a designação da deusa romana da vitória.

Quadriga do Portão de Brandenburgo

Quadriga do Portão de Brandenburgo

Durante a segunda Guerra mundial, o portão foi bastante danificado e com a divisão de Berlim em setores após o fim da guerra em 1945,  o portão ficou na parte controlada pelos soviéticos – um dos aliados que derrotaram a Alemanha.  Um pouco mais de 10 anos após o fim da guerra, numa iniciativa conjunta dos governos de Berlim oriental e ocidental, o portão de Brandenburgo foi restaurado.

Portão de Brandenburgo com muro de Berlim

Portão de Brandenburgo com muro de Berlim

Veículos e pedestres podiam atravessar o portão livremente até agosto de 1961, quando o muro de Berlim foi construído e com isto infelizmente o acesso ao portão foi bloqueado. O muro passava em frente ao portão e somente os soldados da Alemanha Oriental que faziam a patrulha do muro podiam se aproximar do portão.  Em função disto o portão de Brandenburgo virou símbolo da divisão de Berlim e da Alemanha. Esta situação durou quase 30 anos e somente depois da queda do muro de Berlim em novembro de 1989 é que o portão foi reaberto. O portão foi restaurado novamente entre 2001 e 2002, sendo apresentado com uma festa em 03 de outubro de 2002 – dia em que é comemorada a reunificação da Alemanha. Desde então o portão foi fechado para o tráfego de automóveis, podendo somente pedestres circular por ele.

Portão de Brandenburgo

Hoje o portão de Brandenburgo é símbolo da unificação alemã e é palco de grandes comemorações como no Reveillon quando bandas se apresentam e há queima de fogos, ou na época de eventos esportivos como a copa do mundo ou copa européia é montado um palco em frente ao portão com palco para show e telão para as pessoas assistirem os jogos.

Preço: Grátis

Endereço: Pariser Platz – Mitte , 10117 Berlim

Como Chegar:
S-Bahn: Linhas S1, S2, S25, estação S+U Brandenburger Tor
U-Bahn: Linha U55, estação S+U Brandenburger Tor
Ônibus: Linha TXL, parada S+U Brandenburger Tor; Linha 100, parada Reichstag/Bundestag ou S+U Brandenburger Tor

Atrações Próximas: Memorial do Holocausto, Reichstag, Potsdamer Platz, Memorial de Guerra Soviético, Unter den Linden, Parque Tiergarten, Prédio da Chancelaria Federal, Gendarmenmarkt, Museu Madame Tussauds

Hotéis nas Imediações: Hotel Adlon Kempinski, Berlin Marriott HotelThe Ritz-Carlton, The Mandala HotelMotel One Berlin-Leipziger Platz

Comentários - Facebook

Comentários

  1. avatar jaffe coyffeur says:

    Essa imagem e linda

  2. avatar Eduardo C says:

    BERLIM, ASSUSTADORAMENTE ESPETACULAR!!!

Deixe seu comentário

*