Neues Museum (Museu Novo)

  • SumoMe

Neues Museum (Museu Novo) em Berlim

O Neues Museum faz parte do conjunto de cinco museus da Ilha dos Museus, no centro de Berlim. Este foi o segundo museu construído, uma vez que o Altes Museum (Museu Antigo) se tornou pequeno para abrigar o acervo de antiguidades e obras de arte. O Neues Museum ficou fechado por décadas após ter sido seriamente danificado durante a Segunda Guerra Mundial e somente em 2009 foi reaberto.  O Neues Museum exibe coleções sobre a pré-história, história antiga e Egito Antigo.

Em 1841 o rei da Prússia Friedrich Wilhelm IV decretou que toda a parte norte da Ilha Spree (parte que hoje em dia é chamada Ilha dos Museus) seria “transformada em um santuário de arte e ciência”. Seguindo este decreto e a necessidade de expandir o Altes Museu que não comportava mais as obras de arte, Friedrich August Stüler, um estudante do famoso arquiteto Karl Friedrich Schinkel que projetou diversos prédios em Berlim, projetou o Neues Museum. As obras se iniciaram em 1843 e em 1850 a primeira parte do museu é aberta ao público com a coleção de artes do Egito Antigo.  Nos anos seguintes, os trabalhos continuaram e novas seções foram sendo abertas ao público à medida que ficavam prontas, sendo a Coleção Etnográfica a última a ser aberta em 1859.

Neues Museum (Museu Novo) na Ilha dos Museus

Neues Museum (Museu Novo) na Ilha dos Museus (Fonte: www.museumsinsel-berlin.de)

Friedrich August Stüler projetou o Neues Museum em estilo arquitetônico neoclássico. O prédio, com 105 metros de comprimento e 40 metros de largura, tem uma fachada relativamente simples, assim como o Altes Museum. Entretanto seu interior era ricamente decorado – salões eram pintados e ornamentados em estilo egípcio, greco ou romano.  Havia passagens que ligava o Neues Musem ao Altes Museum e também ao Pergamon Museum.

Em 1939, por causa da guerra, o Neues Museum é fechado e algumas obras são retiradas do prédio e  guardadas em local seguro. Durante a guerra o prédio é praticamente destruído, incluindo a conexão com o Altes Museum. Nos anos após a guerra diversas contruções são restauradas e reconstruídas, mas o prédio do Neues Museum fica em ruínas por décadas. Somente em 1997 o arquiteto inglês David Chipperfield é contratado oficialmente para reconstruir o prédio. Em 2003 os trabalhos de reconstrução são iniciados. As seções e salões que foram destruídas são estruturalmente reconstruídas, mas sem ser uma cópia exata do original. A fachada é cuidadosamente restaurada, assim como o espaço interior, mas as “cicatrizes” deixadas pelos acontecimentos do passado foram respeitadas e preservadas, sendo assim ainda visíveis traços da destruição em paredes, colunas e no teto. Finalmente, após 70 anos, o Neues Museum é reaberto em 16 de outubro de 2009.

Desde então o museu exibe, assim como na época em que foi inaugurado, a Coleção de Artes do Egito Antigo, juntamente com a Coleção de Papiros, a Coleção sobre a Pré-história e História Antiga e ainda artefatos da Coleção de Antiguidades Clássicas. O acervo do Neues Museum é simplesmente riquíssimo – fazer uma visita a ele é fazer um passeio por milhares de anos de história!

A Coleção sobre a Pré-história e História Antiga apresenta de forma sistemática e detalhada com relíquias e objetos o desenvolvimento da humanidade, desde a Idade da Pedra até a Idade Média. Uma das principais peças do acervo é o “Chapéu de Ouro de Berlim”, um cone de ouro – que me lembra um foguete espacial – todo trabalhado com desenhos circulares. Este “chapéu” é da Idade do Bronze, 1000 a 800 anos antes de Cristo, e foi encontrado no sul da Alemanha. Os desenhos no chapéu são interpretados como um calendário, com o qual se poderia calcular as mudanças do sol e da lua e assim prever eclipses lunares.

A Coleção de Artes do Egito Antigo mostra tesouros arqueológicos pertencentes a diferentes épocas do Egito antigo, desde 4000 antes de Cristo até o Período Romano. As peças da coleção são principalmente da época do Rei Akhenaton (cerca de 1340 antes de Cristo) de Tell el Amarna. São esculturas, fragmentos de arquitetura, além da fantástica Coleção de Papiros que tem milhares de papiros. Entretanto a estrela da coleção, aliás a estrela do museu, é a Nefertiti. No centro de uma sala, em destaque, encontra-se o busto da rainha do Egito Nefertiti, a  esposa do rei Akhenaton, descrita como a “mulher mais bonita do mundo”.  O magnífico busto é uma verdadeira relíquia, suas cores ainda são originais, sem restauração.

Não é à toa que o Neues Museum é o segundo museum mais visitado em Berlim, perdendo somente para o Museum Pergamon. O Neues Museum é aberto diariamente, das 10:00 às 18:00hs, sendo nas quintas-feiras fica aberto até as 20:00hs. Os ingressos para o museu podem ser comprados online ou diretamente no local. Crianças e adolescentes até 18 anos não pagam e há descontos para estudantes.

Você pode ainda comprar um bilhete que dá direito a visitar todos os museus da ilha em um mesmo dia (ainda não disponível online), chamado de Area Ticket (em alemão “Bereichskarte”). Uma outra opção é o “Museum Pass Berlin”, que é um bilhete válido por 3 dias consecutivos e além do Neues Museum, dá acesso também a dezenas de outros museus.  O bilhete de entrada dá direito a áudio guide que são disponíveis em diversas línguas.

Favor confirmar no site dos museus públicos de Berlim os horários de funcionamento, uma vez que estes podem sofrer alterações.

Preço: Clique aqui para ver

Endereço:  Bodestrasse 1 – Mitte – 10178 – Berlim

Como Chegar:
S-Bahn:  Linhas S5, S7 e S75, estação Hackescher Markt
Ônibus: Linhas 100 e 200, parada Lustgarten; Linha TXL,  parada Staatsoper
Bonde:  Linhas M1, parada Am Kupfergraben; Linhas M4, M5 e M6, parada Hackescher Markt

 

Atrações Próximas: Alte NationalgalerieAltes Museum, Museu Pergamon, Bode-Museum, Unter den Linden, Neue Wache, Museu Histórico Alemão, Catedral de Berlim, Nova Sinagoga, Hackesche Höfe, Museu DDR, AquaDom & Sea Life

Comentários - Facebook

Deixe seu comentário

*