Hackescher Markt e Hackesche Höfe

  • SumoMe
Hackescher Markt

Hackescher Markt

Hackescher Markt é uma praça super movimentada no bairro central Mitte, localizada diretamente na estação de metrô que leva o mesmo nome.

Originalmente o local era um pântano, que ficava ao norte dos muros da cidade na estrada para Spandau. Por volta de 1700, um pequeno, mas densamente povoado, subúrbio se desenvolveu diante do Spandauer Tor  (Portão de Spandau), que era um dos portões que fazia parte da muralha que cercava Berlim naquela época. Mais tarde a muralha foi expandida, incorporando o subúrbio Spandau à cidade de Berlim. Assim o comandante da cidade Hans Christoph Friedrich von Hacke, sob ordens do rei da Prússia Friedrich II, começou a partir de 1750 a construir a praça do mercado  na nova área. Por isto  o local  tem este nome: Hackescher Markt = Mercado de Hacke. Em 1882 foi abertura a estação de trens, que na época se chamava Bahnhof Börse por causa da sua proximidade com a bolsa de valores e depois da divisão da cidade após a guerra foi renomeada pela República Democrática da Alemanha em S-Bahnhof Marx-Engels-Platz. Após a reunificação, recebeu o seu atual nome em maio de 1992.

Feira no Hackescher Markt

Feira no Hackescher Markt

Muitos prédios em volta da praça foram destruídos na guerra e com as atenções voltadas para a reconstrução do novo centro de Berlim Oriental – a Alexanderplatz, esta área acabou sendo negligenciada. Com a queda do muro e a reunificação do país, os prédios foram restaurados e novos foram construídos. Com isto esta área tornou-se um centro comercial e cultural em Berlim. Um lugar perfeito para visitar tanto de dia quanto a noite. Aqui você encontra diversos bares e restaurantes, muitos deles construídos em salas que ficam embaixo da estação do metrô. Nos meses mais quentes a calçada em frente aos restaurantes fica lotada de mesas, que são colocadas do lado de fora. A praça também é palco para muitos artistas de rua e ainda ocorrem duas feiras, às quintas e aos sábados. Nas ruas ao redor da praça também há diversas lojas legais, de estilistas locais que vendem artigos exclusivos como roupas, sapatos e acessórios.

Hackesche Höfe

Hackesche Höfe

Imperdível também é uma visita ao Hackesche Höfe (Pátios Hackesche) que fica em frente ao Hackescher Markt e é uma das atrações mais populares de Berlim. Trata-se de um conjunto de prédios, que se entende entre as ruas Rosenthalerstr. e Sophienstr., e que são interligados por oito pátios internos.  É o maior conjunto arquitetônico de pátios fechados da Alemanha e está protegido pelo patrimônio histórico desde 1977. O complexo foi construído pelo arquiteto e empresário da construção civil Kurt Berndt, lançado em 23 de setembro de 1906 e ocupado por escritórios, comércios, fábricas e  apartamentos residenciais.

Mapinha do Hackesche Höfe

Mapinha dos pátios

Assim como o Hackescher Markt,  o Hackesche Höfe também foi danificado durante a guerra e relativamente negligenciado durante o período em que a cidade estava dividida. Nos anos 90 foram cuidadosamente restaurados e,  após as obras de saneamente, o conceito de ter uma ocupação mista se manteve.  Hoje estão instalados no Hackesche Höfe restaurantes, lojas, galerias, teatros e escritórios, além de apartamentos residenciais. À noite, os pátios com apartamentos residenciais são fechados para garantir o sossego dos moradores.  Nos arredores do Hackesche Höfe também existem inúmeros bares e restaurantes, tornando a área um dos principais centro da vida noturna de Berlim.

Lojinhas no Hackesche Höfe

Uma mistura de lojinhas no Hackesche Höfe …..

O Hackescher Markt  e o Hackesche Höfe estão numa área conhecida como Scheunenviertel ou Quarteirão do Celeiro.  Este nome se deriva dos celeiros que foram construídos nesta área no final do Século XVII, quando a área ainda ficava fora das muralhas da cidade.  Nesta época o rei havia proibido o armazenamento de feno e palha dentro da cidade para evitar o risco de incêndios. Após a demolição da muralha, a área foi remodelada, mas as pessoas continuaram usando este nome.

Residências no Hackesche Höfe

… e residências no Hackesche Höfe

Em 1737 o rei da Prússia Friedrich Wilhelm I ordenou que os judeus de Berlim que não tivessem uma casa fossem morar no Scheunenviertel, assim esta área recebeu muita influência da cultura judaica, sendo  nela construída a primeira sinagoga de Berlim assim como o primeiro cemitério judaico.

Pedras do Tropeço - Hackesche Höfe

Pedras do Tropeço

Dica: Ao visitar esta região, prestem àtenção a umas pequenas placas de metal que podem ser vistas na calçada, como por exemplo, em frente à entrada do  Hackesche Höfe. Estas plaquinhas são memoriais às vítimas dos nazistas que ao chamadas de Stolpersteine (pedras do tropeço).

Preço: Grátis

Endereço:
Hackescher Markt – Mitte, 10178 Berlim
Hackesche Höfe: Rosenthaler Straße 40/41 – Mitte, 10178 Berlim

Como Chegar:
S-Bahn: Linhas S5, S7 e S75, estação Hackescher Markt
U-Bahn: Linha U8, estação Weinmeisterstr.
Bonde: Linha M1, parada U Weinmeisterstrasse/Gipsstrasse ou S Hackescher Markt; Linhas M4, M5 e M6, parada S Hackescher Markt

Atrações Próximas: Fernsehturm (Torre de TV)Alexanderplatz, Ilha do Museus, Altes Museum, Neues Museum, Alte Nationalgalerie, Museu Pergamon, Bode-MuseumCatedral de Berlim, Nova Sinagoga, Rotes Rathaus, AquaDom & Sea Life

Comentários - Facebook

Comentários

  1. avatar lucia chagas says:

    Obrigada! Estou encontrando as informações que estava procurando e, ” the must “, com um padrão de especificações excelente!.
    Parabéns pelo excelente trabalho!
    Obrigada.
    Lucia Chagas

Deixe seu comentário

*